Sunday, May 10, 2009




E ao olhar atentamente aquela rosa,

compreendi que ela é constituída

pelas mesmas substâncias que estão presentes

em todas as outras coisas que existem:


poeiras interestelares,

estrelas,

planetas,

seres vivos,

vegetais,

animais...


O que varia, são as proporções e a organização das formas em tudo o que existe.


A força que a tudo dá vida e faz mover, é sempre a mesma.


José António


(Foto de Isabel)

24 comments:

gaivotadourada22 said...

Maravilhosa tua reflexão! Com certeza precebeste o Divino alí plasmado, unipresente em todas as formas, amorosamente manifesto! Basta que se olhe como o coração, para sentir sua presença! Um grande abraço fraternal aos meu dois Amigos!

Jay Dee said...

Viva a ciência das coisas!

Isabel José António said...

Querida Amiga Terezinha Gaivota

Muito obrigado pela sua gentil e sábia visita.

Um abraço fraternal.

José António

VIDA said...

Olá José

Grato pela partilha, simples tal e qual como a vida "É".

Paz

Isabel José António said...

Querida Amiga Jay Dee (Joana),

Viva a ciência das coisas, oculta, nas mais das vezes, dos olhos dos humanos. Mas estes através da Física Quântica têm revelado à humanidade o lado oculto da Natureza. Este lado oculto vem sendo revelado por todos os grandes místicos de todos os tempos (As Estâncias de Dzian, Buda, Jesus, Sri Aurobindo, Mestre Eckhart, e tantos outros)e é agora a Física Quântica que vem confirmando todas essas proposições, embora nunca reconheça esta minha afirmação. O que utilizam são linguagens diferentes. Quer ver:

"O verdadeiro valor de um ser humano é determinado, antes de mais, pela medida e pelo sentido em que este logrou libertar-se do seu ego" - A. Einstein

"O Homem Perfeito, não tem ego" - Buda

"O destino mais elevado do indivíduo é servir e não governanr" - Einstein

"Por tuas meras acções ao meu serviço atingirás a perfeição". - Bhagavad Gita

"Aqueles que não sentirem um choque ao depararem com a teoria quântica, não poderão tê-la entendido" - Nils Bohr

"Não é chocante saber que todo o céu, incluindo todas as luminárias cujas luzes se calcula que levem milhões de anos a chegar até este planeta, sejam meras bolhas no oceano do eterno vazio?" - D T Suzuki

"Devemos tornar claro que, quando se trata de átomos, a linguagem só pode ser usada como se fosse poesia" - Niels Bohr

"A verdade não pode ser cortada aos bocados e arrumada num sistema. As palavras só podem ser usadas como uma figura de estilo." - Buda.

"Toga a nossa Ciência, conftontada com a realidade, é primitiva e infantil." - Einstein

"Calcula aquilo que o homem sabe e não haverá comparação com aquilo que ele não sabe." - Chuang Tzu

"Na teoria quântica, estamos para lá do alcance da visualização pictórica." - Niels Bohr

"O auto-conhecimento é um estado exaltado de realização interior que transcende qyauisquer ilustrações." - Buda

"Os átomos não são coisas." - Werner Heisenberg

"Para o sábio, todas as "coisas" são erradicas" - Buda

"O conceito de substância desapareceu da física fundamental." - Sir Arthur Eddington

E centenas de outros exemplos poderiam ser dados, no sentido de provar as afirmações que fiz acima.

Um abraço para si

Isabel José António said...

Querido Amigo Alan,

Muito obrigado pela sua visita a este nosso espaço.

É esse o percurso que tentamos efectuar.

Um grande abraço

José António

Chica said...

Estamos em tudo.A poeirinha que vês aí em Portugal, pode ter um pouco da chica aqui...Linda reflexão a tua vendo essa rosa!abraços,chica

Isabel José António said...

Querida Amiga Chica,

Muito obrigado por tão precioso comentário a esta nossa reflexão.

Um grande abraço

José António

Anne Lieri said...

Que beleza de poesia que traz uma preciosa reflexão sobre a simplicidade da rosa e de todas as coisas!Abraços,

Isabel José António said...

Querida Amiga Anne Lieiri,

É um encanto receber as suas visitas nestes nossos espaços.

Volte sempre e muito obrigado.

Um abraço

José António

Fa menor said...

Muito bonito!
Seres vivos... filhos do mesmo Pai.

Abraços

Isabel José António said...

Olá Fa menor,

Muito obrigado por mais esta visita.

Um grande abraço

José António

Angel of Light said...

Queridos amigos, irmãos de caminhada.

Que linda reflexão, como já nos habituaram...Vvivamos com serenidade e Amor no coração, contemplando toda a nossa existência!

Beijinhos de Amor e Luz nos vossos lindos corações.

CarlaSofia said...

«O que varia, são as proporções e a organização das formas em tudo o que existe.»
A realidade é como a projectamos, não só as formas se apresentam de forma diferente, como o nosso próprio olhar influencia o real. Mas toda a variedade existente provém da mesma substância.
beijinhos para vocês amigos

Isabel José António said...

Querida Irmã Angel of Light,

Muito obrigado pela visita que para nós é sempre um estímulo.

Beijinhos para si, marido e os três seres de luz.

Um abraço nosso

José António

Isabel José António said...

Querida Amiga Carla Sofia,

É sempre um grande prazer receber a sua visita.

Venha sempre porque nós também estaremos a tudo o que vai "postanto".

Um abraço

José António

Dalva said...

Boa noite, José Antonio!

Uma reflexão interessante. Afinal, se somos todos parceitos nesta grande jornada que é a vida, por que tanta discriminação, tanto orgulho, não é mesmo?!? E somos todos incompletos... só a eternidade poderá nos preencher!

Abraços!

Isabel José António said...

OLá Dalva,

Muito obrigado por nos ter visitado.

E o seu comentário revela aquela sabedoria que vem de tempos imemoriais.

Um grande abraço

José António

Isabel José António said...

OLá Dalva,

Muito obrigado por nos ter visitado.

E o seu comentário revela aquela sabedoria que vem de tempos imemoriais.

Um grande abraço

José António

Serenidade said...

Queridos amigos e irmãos,

a energia que nos envolve que nos anima e que nos dá forma, a energia UNA...

Serenos sorrisos

Isabel José António said...

Querida Irmã Carla,

Muito obrigado pela tua sempre estimulante visita.

Um abraço saudoso.

José António

Multiolhares said...

Engraçado que eu olho para as rosas e acho igual à vida,com a mesma dualidade, no fundo tudo é uno
beijos

Isabel José António said...

Querida Amiga Multiolhares,

É tudo UNO, como diz.

Um grande abraço para si e obrigado pela sua visita.

José António

frAgMenTUS said...

adoro rosas (minha flor predilecta), a fotografia e as palavras...bjs luz e paz